segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Obrigado, Padre Antônio!


É com imenso carinho e saudades que nós, da Pastoral da Saúde da Paróquia Nossa Senhora da Candelária, viemos por meio deste blog agradecer ao Padre Antônio dos Santos da Silva pelos quatro anos que esteve como nosso Diretor Espiritual em nossa Pastoral da Saúde. Sua presença entre nós foi um verdadeiro presente de Deus, uma benção que jamais iremos esquecer.

Padre Antônio colocou no coração de todos que a ele chegavam uma semente do amor de Deus, e acompanhava o seu desenvolvimento até essa pequena semente germinar, ficar viçosa e produzir frutos. Quantos fiéis Padre Antônio trouxe de volta para a comunhão com Deus e com a Santa Igreja Católica! Estabeleceu uma união nas pastorais, reuniu muitos fiéis para o trabalho voluntário, para as obras de evangelização e auxílio dos mais necessitados.

Durante o tempo que passou conosco, ele acolheu a todos, sem exceção, com uma forma zelosa e especial. Foi alguém que se fez presente, que sempre tinha uma palavra amiga e de encorajamento, um abraço afetivo, um olhar afetuoso. Devolveu a esperança, a vontade de viver para muitas pessoas que viviam dias de escuridão.

Ele, com seu coração manso e humilde, estava sempre à frente nas pastorais, além disso fortaleceu nossos laços dentro da paróquia, permitindo que toda a obra fosse abrangente, incentivando cada vez mais a caridade e o amor ao próximo. Certamente muitas pessoas mudaram de vida após tê-lo conhecido. Ele lhes apresentou Jesus, ensinou como viver em Seu fiel amor. 

Talvez Padre Antônio, com sua humildade, não tenha ideia do quanto foi e continua sendo especial em nossas vidas e do quanto somos agradecidos por tudo o que fez por nós. Sempre nos lembraremos dele como um Padre exemplar, incrível ser humano santo, com inumeráveis qualidades. Ele é e continuará sendo um grande exemplo de generosidade, humildade, paciência e amor.  Padre Antônio não foi para nós somente um Padre, ele foi um atento e dedicado pastor das ovelhas de Deus, mantendo todas no caminho correto, ele foi um amigo nas horas mais difíceis, foi conselheiro, psicólogo, verdadeiro conforto para o âmbito emocional, físico e espiritual. 

Em nome da pastoral da saúde, queremos agradecer por tudo: pela grandeza de seu coração e pela leveza de sua alma, por ser um incrível sacerdote, por ser uma pessoa sensível e celestial em nosso meio, alguém apaixonado pelo que faz, fiel em sua vocação. 

Sentiremos muitas saudades, mas entendemos que sua missão é abraçar todos aqueles que precisam, todos os necessitados. Quanto mais pessoas trazer de volta para a comunhão com Deus, melhor. Temos certeza que tudo correrá muito bem nesta nova etapa de seu caminho, nessa nova e privilegiada paróquia que o acolheu. 

Deixamos aqui a nossa mais humilde e sincera homenagem ao Padre Antônio, que sempre estará muito presente em nossas vidas e em nossos corações.

Que Deus o anime para continuar exercendo sua função sacerdotal com muito amor, carinho e dedicação sem igual.

Que Jesus e Nossa Senhora sempre o ilumine em sua tão importante missão lhe concedendo muita saúde, força e disposição.

No amor de Jesus,

 Pastoral da Saúde da Paróquia 
Nossa Senhora da Candelária

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Nascer em Deus


Nascer em Deus

 "Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo" (João 3,3)

É tão importante e lindo nascer de novo: nascer em Deus. 

Nascer em Deus é florescer para dentro e dar frutos para fora. É fazer com que o próximo enxergue em nós o amor, que é tanto que transborda dos nossos limites terrenos. 

Nascer em Deus é despertar para dentro e olhar diferente para fora. É fazer a diferença no mundo, tentar ajudar os que mais precisam, é não procurar aprovação e reconhecimento das pessoas, mas sim mudar o jeito de olhar para elas e passar a olhá-las com compaixão, carinho e amor fraterno. 

Nascer em Deus é silenciar por dentro e abençoar por fora, é contemplar dentro, comungar fora. E vice versa!

Nascer em Deus é viver em paz, é desejar o bem, descansar dentro para caminhar fora.

Nascer em Deus é acalmar todas as nossas inquietações internas para poder ajudar a mostrar calmaria diante das situações, com uma leveza perene que jamais será capaz de ser desgastada com o tempo. 

Nascer em Deus é um eterno amanhecer de amor, de solidariedade, sensibilidade e dedicação, um saber delicado em colocar estrelas num céu escuro de alguém. É ajudar o próximo a entender o seu valor, o quanto é importante para Deus e o quanto Ele nos ama e deseja que trilhemos o próprio caminho através de Jesus em nossas vidas.

Nascer e viver para Deus é ser aquele tipo de pessoa que estende a mão, oferece o ombro, abriga dores alheias, divide as tristezas. É aquele afago carinhoso, onde colocamos todo o amor, em nossos corações e o doamos àquele irmão que se encontra necessitado.

Nascer em Deus é ter tempo para amar, tempo para ser um instrumento dedicado às obras de caridade, disponibilidade em ouvir o seu irmão e dar aquela mão amiga que se estende sem esperar nada em troca, dar aquele sorriso sem esperar receber um de volta, amar sem esperar amor.

Nasce nEle, todo aquele que segue a vastidão dos ensinamentos de Jesus, que o aceita como Senhor e Salvador e que ama o próximo como a si mesmo. 

Nascer em Deus é querer todos dias que Deus Se sinta orgulhoso de nós e sorria cada vez que direcionar os Seus olhos em nossa direção, lá do mais alto Céu.

Procuremos sempre caminhar, embora seja com pequenos gestos ou com pequenos trabalhos, até conseguirmos ser quem Deus tanto quer que sejamos; pessoas simples e singelas; pessoas sem orgulho, vaidade ou maldade e que tenha sempre o coração aberto e as mãos dispostas a ajudar.

Caminhemos sempre com Deus pois Ele é Infinita Vida que atravessa nossos olhos e aquece o nosso coração e nos guia pelas veredas da paz, da justiça, amor e compaixão. 

Fonte: Nascer em Deus - Kety Húngaro